RSS

Arquivo da tag: poema

O que dizer?

 

Ando sem tempo
Caminho no alento
Paro sem aviso
Suspiro inexpressivo
Olho esse empecilho
Infeliz, miserável, está louca?
Oi, boa tarde, desculpa…
Digo o quê?
Indeciso provoco desastres
Fluxo se contrai no meu impasse
Eles marcham ao cinza horizonte
enquanto lançam pronomes
ao meu nome

O que dizer?
Nada
Meu corpo jaz na boçal procissão
Não mais a vejo na multidão

Só lembro o nome no crachá: Sofia…

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 22 de novembro de 2012 em Uncategorized

 

Tags: