RSS

Corrompendo as instituições.

26 jun

Como liberalismo, logo jogam na vertente ecômica – atacando – mas por política, se observa a liberdade no gozo das leis, igualdade na liberdade. Uma situação onde acaba-se cruzando com a democracia e assim seguem. Como princípio, existe a autonomia e auto regulação das instituições, com o intuito de não haver autoritarismo proveniente de qualquer parte.

Nosso Estado é representativo, afim de não haver opressão para com as minorias, e sabemos que elegemos atores que atuarão no legislativo e executivo, a posteori é indicação, naquela rede suja e grudenta de favores. Muitas pastas em questão. Enfim, cabe ao legislativo a responsabilidade da legislação brasileira, sabendo que, representam a sociedade(em uma ditadura da maioria).

Afim de evitarem desgastes com entidades que lhem provem apoio, andam evitando os debates ideológicos, preferem ficar na penumbra e se mostrar em “equilíbrio”, lembrando do período eleitorial…. Lançam então as grandes decisões para o judiciário, onde, o processo é feito com maior velocidade, não há combates, os atores não são eleitos com voto popular e as políticos se salvam de prejudicar sua imagem diante a maioria.

Polêmico é mas não deveria ser negado o fato, de que, muitas pautas sociais estão sendo deixadas em campo jurídico e não legislativo, local onde não há representação popular alguma. Porém, observa-se que tais pautas, difícilmente seriam aceitas no legislativo, mesmo sendo importantes para o nosso modelo, por estar ligado à uma minoria desprezada.

Defendo o aborto para anencéfalos e casamento homoafetivo mas só conseguiram ser aprovados por via ultraje, em relação ao que desejamos enquanto sociedade. O caminho é a representação de todos, por parte dos atores, no legislativo, debatendo e discutindo e não se escondendo.

Mas se eles evitam tais embates, estão perdendo com eles e isso mostra mais uma das incontáveis cóleras do eleitorado brasileiro, carregado de valores medievais reacionários. Valorização das minorias a qualquer custo ou estagnação mas com a rigidez do modelo garantido? A dúvida que paira na ar, é tentador ver nossas mudanças progressistas ocorrendo mas lembremos do perigo que nos ronda…

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 26 de junho de 2012 em Uncategorized

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: